O diretor presidente da autarquia, Marcos Oliveira, comunica que o Saaeb recebeu do departamento de águas e energia elétrica do estado de são paulo – DAEE, outorga de direito de uso para captação de 350 m³/hora junto ao ribeirão da rasteira, com a finalidade de abastecimento público.

 

A título comparativo, importa saber que o consumo de nossa cidade hoje, nos dias de maior uso, é da ordem de 300 m³/hora. Dessa forma, a nova captação de água irá dobrar a capacidade de abastecimento do município.
Questionado sobre a importância da nova outorga, o senhor diretor presidente esclareceu:
– Recentemente, com a tecnificação das empresas agrícolas, a busca por outorga de água para irrigação das lavouras e dessedentação de animais tem se tornado acirrada. A autarquia deu um grande passo na garantia desse direito lembrando que água, é um recurso finito. Entendemos que, em um futuro breve, empresas que demandam maior consumo de água potável terão dificuldade de encontrar municípios com disponibilidade hídrica para se instalarem. Brotas adquire mais um diferencial competitivo no atrativo de investimentos.

 

Perguntado sobre a forma de implantação da nova captação, continuou:
– A conquista da outorga é somente o embrião do projeto. O desenvolvimento completo, até a entrada em operação, demanda alto investimento financeiro e planejamento coordenado. Pensamos em dividir o projeto em 3 fases, sendo: a primeira (execução em 24 meses) a obtenção da licença de intervenção em app junto à cetesb e consequente aquisição da área e instalação do sistema de captação e bombeamento. Na fase 2 (execução em 36 meses) construção do sistema de adução, da captação até a futura estação de tratamento de água. E, finalmente, na fase 3 (já no ano 6 do projeto e com execução em 36 meses) a construção da nova estação de tratamento de água.